JORNAL

Conferência da Prof. Doutor Vladimiro Pinto de Miranda – 7 de março de 2019

Temos a honra e o gosto de informar que receberemos, no Colégio Euro-Atlântico - parceiro da Blue School  - o Doutor Vladimiro Pinto de Miranda, professor catedrático da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, para uma Conferência com o título A Nova Escola de Sagres como Estratégia para a Nova Índia.

O Doutor Vladimiro Miranda é cientista de renome mundial, premiado internacionalmente pela sua contribuição no domínio da integração em larga escala de fontes de energia renovável nos sistemas elétricos tradicionais através de técnicas de inteligência computacional. É ainda diretor associado para as relações internacionais do INESC-TEC (Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência), Presidente do INESC P&D do Brasil, coordenador de vários projetos internacionais na área da energia, consultor de governos e instituições públicas e privadas em todo o mundo.

Esta conferência insere-se no novo CICE - Introdução à Cultura Estratégica que o Forum Blue School leva a cabo em parceria com aquele estabelecimento de ensino. Trata-se de iniciativa única em Portugal e pioneira na Europa que, parte da constatação de que a Estratégia é uma competência necessária ao líder do século XXI - pois, na atualidade e, cada vez mais, nas próximas décadas não vai ser possível compreender, decidir e agir como lider em qualquer atividade sem uma visão simultaneamente holística e global, que só a Estratégia pode dar.  Daí que a formação base em estratégia seja indispensável para os nossos jovens universitários ou profissionais. O CICE - Introdução à Cultura Estratégica é dado por formadores qualificados, em linguagem acessível aos alunos a que se dirige, desenvolve-se em 3 semestres, cada um no 10º, 11º e 12º anos de escolaridade, com um programa aprovado pela Direção Pedagógica daquele estabelecimento de ensino e inclui, no caso deste primeiro semestre, três conferências por professores universitários convidados - Doutor Heitor Barras Romana (Estratégia), Doutora Fátima Castro Moreira (Direito e Relações Internacionais) e Doutor Vladimiro Pinto de Miranda (Ciência e Tecnologia) as quais, com nove outras aulas temáticas, completam o I semestre do Ciclo de Introdução à Cultura Estratégica.

Muito obrigado pelo seu apoio Doutor Vladimiro Pinto de Miranda

O DIREITO NAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS

No dia 18 de janeiro de 2019 teve lugar a conferência O Direito nas Relações Internacionais proferida pela Doutora Fátima de Castro Moreira aos alunos do Ensino Secundário do Colégio Euro-Atlântico. Em linguagem acessível e com muitos exemplos concretos, a Conferencista manteve os alunos atentos e interessados na sua excursão pelo mundo das Relações Internacionais (RI) e do Direito Internacional Público (DIP) nas várias manifestações históricas e atuais e nos seus vários ramos, explicando as noções e conceitos básicos a partir de vários exemplos conhecidos. Sublinhou um conjunto de interações criadas e em criação na Comunidade Internacional, passando ainda pelas organizações supranacionais - ONU e UE. Desde o facebook ao ambiente, desde o direito da guerra aos crimes contra a Humanidade, desde os sujeitos de direito internacional até às sanções na comunidade internacional. O contraponto da soberania dos Estados. Elementos constituintes e atributos destes. Os tribunais internacionais com destaque para o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem e o Tribunal Penal Internacional. A Segurança, o Desenvolvimento e o Ambiente. A Ordem Mundial pós II grande guerra e as evoluções da mesma. As esferas de influência. A queda do muro de Berlim em 1991. O ataque terrorista de 11 de setembro de 2001. A Primavera Árabe, o ISIS e outros movimentos terroristas e o aumento dos refugiados como consequência, as migrações para a Europa e a queda do regime de Kadhafi. Os atentados terroristas. O Brexit - questões de segurança, jurídicas e político-económicas. O Reino Unido e Portugal no pós-brexit. Ameaças e desastres em meio marítimo, os derrames e os plásticos no oceano, exemplos de riscos para o ambiente. As Plataformas Continentais dos Países e as submissões da sua extensão no âmbito da Convenção das Nações Unidas para o Direito do Mar. As obrigações dos Estados na mesma CNUDM. No final assistiu-se a um vivo debate com várias perguntas. 

A Professora Doutora Fátima de Castro Moreira é docente de Direito do Mar, Direito Internacional Público e Direito da União Europeia na Universidade Portucalense do Porto e Universidade Nova, de Lisboa e é consultora da International Seabed Authority, organismo previsto na Convenção das Nações Unidas para o Direito do Mar.

Tal conferência inseriu-se no novo CICE - Introdução à Cultura Estratégica que o Forum Blue School leva a cabo em parceria com aquele estabelecimento de ensino. Trata-se de iniciativa única em Portugal e pioneira na Europa, que parte da constatação de que a Estratégia é uma competência necessária ao líder do século XXI - pois na atualidade e, cada vez mais nas próximas décadas, não vai ser possível compreender, decidir e agir como lider em qualquer atividade sem uma visão simultaneamente holística e global, que só a Estratégia pode dar.  Daí que a formação base em estratégia seja indispensável para os nossos jovens universitários ou profissionais. O CICE - Introdução à Cultura Estratégica é dado por formadores qualificados, em linguagem acessível aos alunos e desenvolve-se em 3 semestres, cada um no 10º, 11º e 12º anos de escolaridade, com um programa escolhido com a Direção Pedagógica daquele estabelecimento de ensino e inclui, no primeiro semestre, três conferências por professores universitários convidados - Doutor Heitor Barras Romana (Estratégia), Doutora Fátima Castro Moreira (Direito e Relações Internacionais) e Doutor Vladimiro Miranda (Ciência e Tecnologia) as quais, com nove outras aulas temáticas, completam o I semestre do Ciclo de Introdução à Cultura Estratégica.

Encontra-se em debate público, até 31 de janeiro de 2019, o 2º PSOEMN – Plano de Situação do Ordenamento do Espaço Marítimo Nacional (dezembro 2018).

Para consultar o teor integral e os documentos anexos e participar na discussão pública, ver participa - plataforma Ministério do Ambiente

 

PORTUGAL É UMA POTÊNCIA MUNDIAL NO PENSAMENTO ESTRATÉGICO

Portugal olhou historicamente e olha hoje para o Mundo como um Sistema, não um somatório de unidades. O Mundo é uma Interligação / Interconexão de unidades. A China, hoje, reconhece que Portugal é uma potência e foi a primeira potência a fazer aquilo que agora ela quer fazer - pensar e atuar no mundo como um sistema em interconexão.

Na lição inaugural do Curso de Introdução à Cultura Estratégica - concebido e criado pelo Forum Blue School e adotado pelo Colégio Euro-Atlântico para os seus alunos do Ensino Secundário - o professor Doutor Heitor Romana, presidente do Conselho Científico do ISCSP - Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, prendeu a atenção dos alunos com temas estratégicos, incluindo o próprio conceito científico da Estratégia e as suas componentes, sempre com grande interesse e participação dos alunos e com vivo e participado debate, com predominância dos temas à volta da China, do seu estatuto de potência global e do seu relacionamento com Portugal.

Estratégia é o modo de ver o Mundo. A Cultura Estratégica é dinâmica e assenta em três dimensões: o Tempo / o Espaço / os Valores. Portugal é um exemplo extraordinário e quase milenar da conjugação destes três elementos. A visão humanista das relações internacionais e o modo de ver o Mundo como um Sistema em interconexão é um ativo extraordinário e uma vantagem competitiva. A expansão e, designadamente,  as rotas marítimas criadas pelos Portugueses tinham como pressuposto esta visão do Mundo.

A sobrevivência e afirmação de Portugal durante séculos explicam-se pela sustentabilidade do seu pensamento estratégico, da existência de uma memória estratégica e de um fator histórico que sustenta a memória e o pensamento. Estes dois elementos são os estruturantes de qualquer cultura estratégica - memória e pensamento estratégico (sempre dinâmico mas estável nos valores e na geografia de onde parte).

A Geografia tem de ter uma interpretação. O território é mais do que um espaço, deve ser visto integrado numa visão do Mundo, algo semelhante ao modo como se vê a partir do espaço...

Portugal e os Portugueses têm futuro melhor ao decidir e agir de acordo com a sua visão e pensamento sobre o Mundo, que constitui forma de afirmação internacional e reforço da sua competitividade no concerto das Nações.

A Cultura Estratégica é essencial no mundo moderno e compõe-se de: 1) Memória Estratégica - o que vai ficando na memória coletiva, a sua marca identitária, diz respeito à realização dos fins essenciais; e 2) Pensamento Estratégico - conjunto de ideias, ações, visão do mundo, valores e cultura. A Cultura Estratégica ajuda a garantir a continuidade do nosso passado no presente e a preparar prospetivamente o futuro.

Os Povos são garantes da sobrevivência e afirmação da Nação. Organizam-se para melhor poder desempenhar esse papel de assegurar a continuidade e afirmação internacional, para o qual precisam dos seus mitos fundadores que estão na base da identidade nacional, que é descoberta na comparação com os demais povos. O Orador citou exemplos, relacionando portugueses e espanhóis (Camões v. Cervantes, Lusíadas v. D. Quixote, expansão com matriz em descobertas v. expansão com matriz em conquistas, povo marítimo v. povo continental, etc).  

A grande diferença na atualidade e no mundo global, em todas as dimensões do pensamento e das atividades humanas, relativamente à História, é que cada um dos líderes (de pensamento, da cultura, empresariais ou políticos) além do próprio País como um todo,  tem de tomar decisões no seu dia a dia que exigem cultura estratégica. Daí a importância do Curso de Introdução à Cultura Estratégica, "em bom tempo criado e em execução" e que merece aplauso, segundo o elogio e o incentivo do Prof. Doutor Heitor Romana nas suas palavras finais.

Mais informações sobre o CICE - Curso de Introdução à Cultura Estratégica e à Cultura Marítima Estratégica

O Forum Blue School é associado da Forum Oceano – Associação para a Economia do Mar desde 2015.

Dentro da Forum Oceano, é membro ativo dos Grupos de Trabalho Literacia e Cultura Marítima  e Competência, Emprego e Formação.

A Forum Oceano é sucessora de duas associações civis que se fundiram em 2015 -  a Associação Oceano XXI e o Forum Empresarial de Economia do Mar. Mais informações sobre a Forum Oceano

A Blue School esteve presente na B2S 2018 - Business2Sea / Forum do Mar - realização anual da Forum Oceano que reuniu mais de 600 participantes, entre os dias 14 e 16 de novembro no Centro de Congressos da Alfândega do Porto. A edição 2018 teve como tema - Desafios do Mar 2030

Fizemos parte dos 28 expositores, com stand autónomo e fizemos uma das 25 exposições de apresentação de projetos em curso, esta relativa ao nosso projeto Construir Consciência Marítima - um Imperativo Nacional.

Além da apresentação em causa e da distribuição de diverso material a partir do nosso stand, fomos visitados por mais de 80 pessoas que foram individualmente informadas  e esclarecidas sobre os Programas Blue School, realizamos cerca de duas dezenas de reuniões bilaterais com diversos interessados nos temas e projetos em execução pela Blue School. Destes trabalhos resultaram 8 ações em concreto a desenvolver com parceiros institucionais nos próximos meses e o estabelecimento e/ou parcerias e/ou contactos iniciais muito promissores com Universidades e Institutos Superiores, com Escolas, com Associações e Clubes de Cultura Marítima, com Associações de Economia do Mar, nacionais, europeias e de fora da Europa incluindo países da CPLP.

Continuamos a considerar o B2S/Forum do Mar uma realização de extrema utilidade para todos os que se interessam pela Cultura Marítima e pela Economia do Mar, estando a Forum Oceano e a Co-organizadora Fundação CETMAR - Centro Tecnológico do Mar, da Galiza, de parabéns por mais esta realização bem conseguida.

Mais informações sobre B2S/Forum do Mar 2018

O Forum Blue School é o exemplo de uma boa iniciativa da sociedade civil para responder a necessidades de Portugal neste momento histórico.
(Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República)

Em 28 de janeiro de 2017, em sessão organizada pela Associação de Auditores de Defesa Nacional destinada a reflexão e debate sobre "A situação de Portugal no contexto geoestratégico Euro-Atlântico", com intervenções de fundo de Bernardo Pires de Lima e do Presidente da República, o diretor executivo do Forum teve ocasião de apresentar este e os seus programas Blue School. O sr Presidente da República incentivou para a continuação do trabalho do Forum  e comentou o mesmo do modo transcrito.

Decorreu nos dias 16 e 17 de setembro de 2017 a 3ª Regata do Porto de Leixões.

Decorreu no fim de semana de 17 e 18 de março 2018 o Trofeo Grillete de Laser, organizado pelo Real Club Náutico de La Coruña, em Espanha.

Últimas Notícias

Parceiros